Olhar Econômico

08 novembro, 2005

Mais um capítulo!

Venho tentando mostrar através de várias postagens sobre a posição que o Brasil vem obtendo nas rodadas de negociações internacionais. O Brasil já não fala mais por si, mas, também, pelos seus companheiros de mercosul e como Bush denominou da tal "liderança na América Latina". Bom, a reunião em Londres marcou mais um capítulo desta verdadeira guerra de interesses que é o comércio internacional, onde cada país luta pelas defesa e fortalecimento de seus mercados. O Brasil, ao que me parece, tem gerado em seus rivais no comércio internacional um pouco de irritação. Para não falar muita irritação. Veja a colocação do comissário de Comércio europeu, Peter Mandelson, onde ele demonstra certa ironia para com o nosso representante Celso Amorim. Amorim, diga-se de passagem, não tem cedido nas pressões para fechar acordos precipitados e que por possam prejudicar o país. Tem adotado serenidade e firmeza. Até que enfim o país começa a defender com mais afinco seus interesses, afinal, a soberania nacional não se negocia em uma mesa estrangeira. Leia mais um pouco...