Olhar Econômico

11 dezembro, 2005

Desenvolvimento


O governo do Estado está levando às regiões gaúchas uma proposta inovadora de planejamento, como forma de implementar as iniciativas já apontadas pelo estudo Rumos 2015 para a redução das desigualdades regionais.
Baseados numa experiência francesa de descentralização do desenvolvimento, os Compromissos de Planejamento prevêem a definição de prioridades por diversos agentes locais, como prefeitos, representantes de universidades e Coredes, em parceria com o governo.
A partir dessa definição, são firmados compromissos recíprocos a serem perseguidos conjuntamente por um determinado período. O Rumos 2015 é considerado o mais amplo estudo sobre desenvolvimento regional e logística de transportes realizado pelo Executivo Estadual. Com apoio do Banco Mundial, a Secretaria da Coordenação e Planejamento trabalha em parceria com FEE, Sedai e Secretaria dos Transportes para traçar alternativas ao desenvolvimento gaúcho pelos próximos 10 anos.
O Rumos 2015 concluiu uma análise sobre a visão estratégica para o Estado do Rio Grande do Sul. Os seis principais focos delimitados pelo estudo para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul são:
1. a busca de produtos diferenciados para o mercado nacional e internacional;
2. o fortalecimento da base primária na potencialização de agroindústrias;
3. a inteligência de mercado para a maior penetração de produtos gaúchos nos vários mercados; 4. uma rede urbano-industrial concentrada;
5. maior coordenação de ações e “governança” regional;
6. exigência de logísticas de transportes diferenciadas.
Para os colegas que não se definiram ainda no tema da monografia esta é uma bela idéia.