Olhar Econômico

18 dezembro, 2005

Um presente de natal inusitado


O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, agora concorre com a Barbie e o Pokémon. E não é brincadeira. Lojas venezuelanas estão importando da China um boneco do Chávez com a esperança de que se transforme em um sucesso de vendas neste Natal. O boneco do presidente venezuelano é vendido com os modelitos militar ou informal e tem atraído mais a atenção dos adultos do que das crianças. “Em cerca de uma semana e meia o produto está esgotado; portanto o próximo pedido será de mil unidades”, diz Douglas Bustamente, sócio da Funny Candy, uma das lojas que vende o novo boneco. Alguns ativistas de Chávez estão comprando o bonequinho por US$ 30, mas, segundo Bustamante, os melhores compradores são os “esquálidos”, apelido com o qual o presidente e seus homens de governo se referem a seus opositores. Mas o brinquedo não está livre de críticas. Alguns opinam que se trata de uma versão pós-moderna do velho “culto à personalidade” que ensaiaram no passado Hitler, Stalin e Mao Tse-tung, enquanto outros o acusam de violar as regras eleitorais.
No Brasil, será que o boneco do Lula vende? Olha só, esta aí um belo negócio para os empreendedores!