Olhar Econômico

25 fevereiro, 2006

Salve Lula

Em 1997, a aposentadoria de vítima da ditadura de Nosso Guia era de R$ 2.365,00. O trabalhador da Grande São Paulo estava por perto. Recebia, em média, R$ 1.563,00. Uma diarista ganhava R$ 554,00.

Durante os três anos de seu governo, o salário médio do trabalhador caiu para R$ 1.060,00 (perda de 32%) e o da diarista para R$ 303,00 (perda de 45%).

Como diz o companheiro: 'Já fizemos muito mais do que uma elite que governou este país por quase 500 anos e esqueceu a parte pobre da população'. Graças a um arranjo da elite, sua aposentadoria especial passou para R$ 4.294,00. Um aumento de 81%.
Se o governo do Nosso Guia desse à patuléia o tratamento que ele recebe na ala dos aposentados, o trabalhador receberia R$ 2.813,00 e a diarista, R$ 997,00. Elio Gaspari.